É campeão!!!

Ainda lembro da semana passada, quando eu profetizava em palavras, neste blog, parodiando Vinícius de Morais: “O Flamengo não é brincadeira, amigo“. E não é mesmo, repita-se. O Flamengo mata, maltrata e arrebata a sua torcida. O jogo de hoje foi assim.

Depois de um primeiro tempo morno, um zero a zero murcho… Um segundo tempo que mais parecia outro jogo. O Flamengo saiu na frente e matou sua torcida. Logo depois, entregou o ouro ao Botafogo – e maltratou a torcida. Mas eis que surge um raio de longe – muito longe – saindo dos pés de um fedelho de dezenove anos (e pensar que eu sou oito anos mais velho que ele).

Dizem, não sei porquê, que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Mentira! “Meninos, eu vi“. Todos viram. O mesmo raio, da mesma distância, disparado dos pés da mesma camisa dez (sempre ela), na mesma baliza, no mesmo ângulo, também contra um goleiro negro vestido de cinza, além do alcance do mesmo braço esquerdo esticado, desesperado, no mesmo Maracanã, a mesma torcida, também em uma final de Campeonato Carioca, novamente o gol que faltava. O raio caía pela segunda vez, seis anos depois, no mesmíssimo lugar.

Vão falar do impedimento mal marcado do Dodô. Vão esquecer do impedimento mal marcado do Souza, ainda no primeiro tempo. Vão esquecer da incompetência própria em cobranças de pênaltis. Vão esquecer do gol que o Lucio Flávio perdeu na cara do Bruno. Mas não vão esquecer do principal: quem levantou a taça…

Quem foi? Quem foi? Quem foi?

Anúncios

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: