Guia da ineficiência

Se você tem uma ótima ideia de livro mas não quer escrevê-lo, se você tem que fazer alguma coisa mas está com preguiça de começar – imagina terminar -, se você foi aprovado em um concurso para se tornar servidor público e não quer ficar mal perante os colegas, por trabalhar muito mais que eles, seus problemas acabaram!  Essas sete dicas devem ajudá-lo.

1- Deixe de ser maníaco obsessivo compulsivo (ou que que quer que seja, parecido com isso): Nada de preparar coisas de véspera ou com antecedência.  As coisas têm seu tempo e o tempo delas é aquele em que elas efetivamente acontecem, e não o tempo que você planejou para elas ou que elas deveriam ter acontecido – mas não aconteceram porque você está esperando o tempo delas.  Quanto mais você fizer, mais pedirão para que você faça; quanto menos você fizer, menos esperarão que você faça.  Se o planejamento levasse alguém a algum lugar, o Ministro do Planejamento seria sempre o próximo presidente.  Felizmente, ele e sua equipe acreditam piamente nos meus ensinamentos.

2- Tenha uma mania ou um hobby incomum. E seja viciado nele, a ponto de todos saberem disso e ninguém aguentar ouvi-lo falar disso.  Essa mania deve ser parte da sua personalidade.  As pessoas devem conhecê-lo por essa característica: “é o Fulano, aquele que tem um blog“, elas dirão se você a sua mania for escrever um blog; ou “é a Beltrana das conchas“, elas dirão se a sua mania for colecionar conchas.  Mas compreenda que duas coisas são essenciais nesse quesito: você deve efetivamente praticar essa mania o tempo todo, inclusive e especialmente nas horas em que você deveria estar fazendo outras coisas como trabalhar ou cuidar dos filhos; e você deve falar dessa mania o tempo todo para seus amigos, consumindo o restante do tempo em que você não a está praticando, mas também não está fazendo outras coisas mais importantes, como trabalhar ou cuidar dos filhos.

3- Tenha um animal de estimação. Um animal de estimação consome seu tempo – o tempo que você poderia estar fazendo algo verdadeiramente útil.  O animal de estimação tem lá seus benefícios afetivos, isso é indiscutível.  Mas também é indiscutível que dar banho nele, alimentá-lo, cuidar dele, levar ao veterinário, passear na rua, brincar, limpar suas necessidades consomem um tempo que você poderia usar para fazer algo mais importante – ou não.  É…  Talvez ter animais de estimação contrarie a dica número 2 acima…  Vou repensar isso mais tarde mas, por enquanto, ainda acho que essa dica pode ajudá-lo a ser menos eficiente.

4- Fume, beba, tome café, tenha vícios. Ter vícios nocivos à saúde é um bom ponto de partida para não ser aporrinhado com tarefas que exigem muito de você.  Se você fuma, por exemplo, terá saídas constantes do seu trabalho toleradas pelo seu chefe (se ele fumar também, você será o melhor amigo do seu chefe e, provavelmente, o maior candidato à promoção, sem que ele espere nada de você além da companhia para fumar e para a guerra contra os não fumantes).  Sair para fumar é o melhor álibi para sair para conversar com os camaradas e gastar o tempo que você deveria estar fazendo coisas mais importantes.  Ninguém controla o tempo que você gasta lá fora com o seu cigarro.  E, se você não está na sua mesa, todos pensam: “ele está lá fora fumando um cigarro“, ainda que você não esteja.  Beber é um pouco diferente: não beba no trabalho, isso pode ser perigoso, mas transpareça no trabalho os efeitos da bebida, tome porres homéricos nas festas e reuniões de trabalho.  Chegar no trabalho chorando ou com bafo de cana é uma boa ideia para começar.  Você se tornará uma pessoa menos confiável (a não ser que seu chefe seja dos seus também, caso em que você estará na posição do chefe fumador ilustrado acima) e, cada vez menos, as pessoas lhe distribuirão tarefas.  Talvez você até consiga uma licença médica ocasional ou permanentemente.  Quem sabe uma aposentadoria por invalidez?  O cafezinho também pode se tornar uma ajuda de grande valia em certas horas: o ritual do cafezinho pode adiar em alguns minutos qualquer compromisso, ajudar a ganhar tempo para pensar em momentos de pressão, sem que as pessoas o reprimam por isso.  Aliás, talvez elas até se juntem a você para tomar um cafezinho também.

5- Tenha distúrbio do déficit de atenção. Distraia-se com frequência e em todas as ocasiões: conversando com os amigos, com o chefe, atendendo clientes…  Alterne afazeres o tempo todo, antes de terminar o anterior.  E deixe-os  sempre incompletos.  Eventualmente, diga coisas desconexas no meio de uma conversa, dando origem a um assunto completamente diferente daquele objeto da querela e, se alguém perguntar  o que o assunto novo tem a ver com o antigo, responda: “nada, eu só estava pensando nisso agora“.  Com isso, você se livrará daquelas tarefas que dependem de prazos ou que dependem de concentração para serem desempenhadas.

6- Seja gordo, use óculos. As pessoas, em geral, têm pena de pessoas gordas.  Tanto que são capazes de perdoar gordos mais facilmente do que perdoariam magros por fazer alguma besteira.  Por isso, costumam distribuir menos tarefas para gordos, imaginando, ainda que subliminarmente, que o seu corpanzil paquidérmico não lhe dará agilidade suficiente para cumprir várias tarefas, aceitam que eles suem como porcos, caminhem devagar (e, por isso, cheguem atrasados  em vários compromissos), usem roupas ridículas (é difícil encontrar roupas que vistam gordos tão bem quanto magros), e por aí vai.  Da mesma forma os óculos: eles são a desculpa perfeita para várias ocasiões.  Diga que os óculos estão obsoletos e que o seu grau mudou, mas você ainda não teve tempo nem dinheiro para mandar fazer um novo.  Assim, você se esquivará daquelas responsabilidades que exigem argúcia na visão para serem cumpridas.  Ou então experimente esquecer os óculos em casa justamente no dia em que você deveria uma tarefa importante que requereria o uso da sua visão.  Lentes de contato dão ar de agilidade, disposição, juventude; óculos são justamente o contrário: transparecem experiência, calma, paciência.

7- Seja cara de pau. Pratique tudo isso às vistas dos outros.  Ostente, demonstre.  E faça outras coisas também, da mesma forma, como gastar tempo na internet pesquisando a viagem de férias, usando o internet banking, escrevendo um blog, jogando paciência ou outro jogo idiota similar (não jogue xadrez porque xadrez denota inteligência!).  Eventualmente, faça perguntas estúpidas do tipo: “como é que eu faço para enviar esse arquivo por e-mail?” ou “eu baixei esse arquivo mas não sei onde ele foi parar, alguém pode me ajudar a encontrá-lo?“.  Tenha sempre compromissos após o expediente, que impeçam você de ficar até mais tarde – ainda que eles só existam na sua cabeça.  Peça dinheiro emprestado ocasionalmente, e só pague o empréstimo no dia que receber o salário.  Diante de um cliente de seu colega, continue o que estava fazendo e diga apenas: “Fulano, é para você!” – e deixe o cliente esperando.  Cumprimente todos quando chegar ao trabalho, deseje longos “bom dia!” para cada um, individualmente, abrace, se interesse pela sua vida, converse, ouça-o, gaste o tempo.  Vá ao banheiro no horário do expediente, faça a barba e corte as unhas no trabalho; não perca seu tempo de lazer fazendo coisas que você pode fazer no trabalho sem ser repreendido por isso.

Anúncios

About the post

devaneios

4 Comments

Add yours →

  1. Muito interessante o post de auto-ajuda. Só não concordo muito com a tese sobre os óculos. E quanto à regra dos animais… você vai revê-la quando tiver filhos. 8)

    Ok. Onde eu escrevi animais de estimação, entendam que filhos podem potencializar a dica exponencialmente.

  2. EU acho que to bem mal entao. Vivo com animais de estimacao mas eles nao me pertencem, a obrigacao de cuidar nao é minha. Preparo tudo de vespera. Nao tenho um hobbie desse tipo. Tomo muitos cafezinhos sim. Nao sou gorda nem uso oculos e sou extremamente concentrada quando eu quero…..
    Acho que nao sirvo pra ser funcionaria publica. Peço exoneracao???

    Melhor vc se adaptar, senão o pessoal da repartição vai começar a te olhar atravessado, a te isolar… Cuidado!

  3. Já tenho 1 gato, ma\s acabo querendo que tudo aconteça no meu tempo. hummm… acho que vou engordar, tirar as lentes e colocar óculos e arrumar 1 hobby!
    Acho que vc deveria dar palestras sobre esse assunto!
    ahah

    Se sua intenção é não parecer eficiente, você parece estar no caminho certo.

  4. Sensacional! Me lembrou de uma duas pessoas, pelo menos.

    Eu escrevi inspirado em milhares.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: