Caminhão

Enquanto o vocabulário da Felícia aumenta a passos firmes (toda semana, quando eu a vejo, tem alguma novidade), surgem algumas coisas muito doidas na sua fala.

Para início de conversa, eu ainda tenho muita dificuldade de entender o que ela tenta falar.  Eu sei, não dá para exigir muito nesta fase.  Não estou repleto de expectativas neste sentido.  Mas se não houver uma tecla SAP, uma tradução simultânea, minha bestialidade paterna não me permitirá decifrar aquele código ainda insipiente em detalhes fonéticos.

O que é muito bom, ao meu ver, porque a estimula à perfeição.  Quando o pai e a mãe passam muito tempo com a criança e a conhecem apenas pelo olhar, ela não precisa falar.  E, se não precisar falar, ela não vai falar.  Do contrário, se o mundo exterior não a entende (e é nessa parte do mundo dela que eu normalmente me incluo), ela tem que se esforçar para se fazer entender.  Quem me ensinou isso foi o Eduardo.  E eu vi que funciona na prática – ao invés de chorar e fazer manha agarrada nas minhas pernas, ela já aprendeu que é mais eficiente falar “colo”.

A palavra da semana é “caminhão”.  Na verdade, não é “caminhão”.  É “amiõ” mas, apertando a tecla SAP, isso significa “caminhão”, acreditem.  É impressionante o fascínio dela por caminhões.  Ela tem adorado ficar na janela observando a rua – aliás, sempre adorou esse esporte.  A novidade é que ela tem demonstrado especial interesse por caminhões (nem tanto por carros ou ônibus, muito menos motos).  Caminhões, no entanto, fazem seus olhos brilharem.  E ela, rápida como um raio, aponta e fala “amiõ!!!

– Isso mesmo, um caminhão!

Anúncios

8 Comments

Add yours →

  1. Ih, vai se dar super bem com o JG. E eu já sei o próximo presente pra dar aos dois, hehehehe.

    #medo

    • Ah, claro, só você.
      Porque só você e outras poucas 1 milhão de pessoas assinam o porta dos fundos. 😉 😉 😉 😉

      Cara leitora-comentadora,
      Eu não quis dizer que vi o vídeo minutos depois que “ele” foi ao ar.
      O que eu quis dizer é que eu vi o vídeo minutos depois que este post foi ao ar.
      Nada a ver com o milhão de pessoas que assinam o canal na internet.
      Entendeu?

  2. Confesso que também lembrei de você.

    Eu só acho que esse papel de marcação de território, lá em casa, vai ficar com a Fiona.

  3. Bom, ela já sabe falar “caminhão”, agora só falta falar “de lixo”. Para ninguém ficar perdido, aguardem a próxima quinta feira, dia 4. Eu volto aqui e deixo o link.

    Ainda bem que ela só aponta, não pede para subir.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: