Podcast dos bichos

Outra faceta do acréscimo de vocabulário recente da Felícia está na sua capacidade de imitar bichos.  Esse, sim, foi um avanço tremendamente rápido, muito a custa de dois fatores.

O primeiro deles foi um presente de natal que ela ganhou da Tia Bonita (como a própria tia passou a se denominar frente à Felícia, exclusivamente, desde o seu nascimento): um livro interativo que narra em seis folhas duras a saga de Pipo, um porquinho, em busca de um local adequado para dormir.  Salvo as minhas restrições quanto à história pavorosa (lugar de porco dormir é no chiqueiro e ponto!), sou obrigado a reconhecer o encanto e a afeição da Felícia pelo livro, em meio a alguns outros que ela tem.  O bacana do livro é que, na ilustração do animal, há uma espécie de recorte onde surge um material sintético que lembra, muito de longe, a pele dos bichos que aparecem na história.  Isso tudo, aliado ao empenho da vovó, fez com que ela aprendesse algumas onomatopeias.

Mas não era estímulo suficiente ainda.  O passo decisivo no aprendizado das onomatopeias animais veio com uma visita (aliás, duas, porque na primeira tentativa o lugar estava fechado para um evento de um clube feminino cervejeiro mineiro – e, se os adjetivos não forem nesta orde, que se dane!) a um restaurante fazenda nos arredores da Lagoa da Pampulha: o Paladino – sobre o qual falaremos oportunamente, num post específico sobre restaurantes belorizontinos.

A fazenda do restaurante, com cavalo, vaca, pavão, galinha, bode, pato, ganso e outros bichinhos encheu seus olhos.  Era apontar para o bicho e imitá-lo que ela aprendia na hora e saía repetindo.  Nem a visita a Zoo, na véspera, havia sido tão educativa e estimulante – não que ela não tenha gostado, muito pelo contrário, mas acho que a distância dos animais e as grades acabaram inibindo um pouco do efeito.  Basta dizer que os bichos que ela notoriamente mais curtiu ver foram o elefante e o leão, dois bichos cujos ambientes não continham grades a separá-los dela.

O resultado disso tudo (inclusive do post anterior) é isso aqui (com participação especial da Fiona):

Anúncios

2 Comments

Add yours →

  1. Mentira que ela já tá fazendo isso tudo!!! Cara, essa criança é um potento! Cara, tô embasbacada!

    A gravação está aí para provar que é verdade.

  2. Eu fico tão orgulhoso de ver essa criançada crescendo e aprendendo!

    Espere até poder ver ao vivo.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: