Bafafá em Aperibé! – continuação

Não foi por mal que eu demorei a voltar ao assunto.  Foi por falta de tempo mesmo.  Porque no mesmo dia em que eu soube da notícia, o Eduardo já cuidou de tudo e mandou para mim a sentença de cassação do Prefeito de Aperibé.

No frigir do ovos, o babado é o seguinte: parece que no dia das mães do ano passado (que foi ano de eleição, é bom lembrar), o prefeito, então exercendo o último ano do seu primeiro mandato e já anunciado e inscrito como candidato à reeleição, resolveu promover uma distribuição de presentes na cidade.  Isso em plena praça da cidade.  Quem organizou o evento, a mando do prefeito (Dr. Flávio Gomes de Souza) e do seu vice (Adimilson Jorge Bom), foi a Secretária de Assistência Social (chamada Daiana Vogas Daibes Pereira que, ao que este vídeo indica, é a esposa do prefeito).  Por isso ela também acabou entrando no rolo e terminou, como eles, condenada à pena de inelegibilidade por oito anos.

Voltando ao assunto, rolou a tal festinha lá na praça do centro de Aperibé, no dia das mães.  Distribuíram cestas básicas, liquidificadores, televisões, geladeiras, ventiladores…  E o vereador Genilson Faria, do mesmo partido do prefeito, participou do evento.  Daí também ter entrado no rolo e ter seu diploma cassado e ter sido declarado inelegível pelo mesmo prazo.  E, segundo a sentença, nada disso foi feito em cumprimento aos requisitos impostos pela lei eleitoral.

Ou seja, o ato foi interpretado e enquadrado como uma ostensiva compra de votos.

O prefeito, o vice e a secretária bem que tentaram se defender, dizendo que a lei de orçamento plurianual previa o tal gasto, que a festa com distribuição de presentes era tradicional na cidade, que o evento tinha caráter assistencialista (para ajudar a reduzir a miséria na região), e mais um monte de outras coisas, mas não teve jeito.  O vereador, foi um pouco mais cara de pau: disse que apenas passava errante pelo local e viu a festa rolando, mas não tomou parte dela.  No entanto, parece que umas fotos do processo mostram justamente o contrário.  Aí, amigo, não teve como salvar ninguém.

E o mais curioso é que essa política, tão comum no Brasil, dá mesmo certo.  Porque depois da cassação, tenho visto várias publicações (aqui umas fotos e aqui um vídeo) na internet de protestos contra a decisão da Justiça Eleitoral, em favor do prefeito.  Acho que a população, depois dessa, deveria ficar revoltada por perceber que seu representante máximo local pisou na bola e não cumpriu a lei.  Por incrível que pareça, tem até gente que meio-que-confessa vender o voto em troca das “compras” que o prefeito ajuda a fazer.  Não é isso que tem acontecido.  Coisas da política, coisas do Brasil.

Se a decisão da Justiça Eleitoral está certa ou não, eu não sei.  Mas o texto é convincente.  Bem mais convincente que as lágrimas do irmão do prefeito, bem mais convincentes que o discurso do padre, ou do pastor da cidade.  O prefeito pode até ser, realmente, um cara muito bom, trabalhador, pode ter trazido melhorias para o município e gozar de elevado apreço junto à população local.  Mas, para a Justiça Eleitoral, ele entrou em campo dopado.  O exame, no vestiário, depois do jogo, acusou.  Agora não adianta chorar.  O time vai perder os pontos do jogo e não tem como voltar no tempo para modificar o passado.

Mas deve caber recurso contra essa sentença, e esse negócio ainda vai dar pano para manga.  Da minha parte, eu quero apenas me restringir a assistir os fatos, usando Aperibé como um laboratório eleitoral do Brasil.

Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. Iiiiiiih, rapaz, mas que coisa, hein? Tomara que esse escândalo não abale os.fundamentos da democracia aperibeense.

    Estou começando a desconfiar que esse tipo de escândalo é a base da democracia aperibeense (e brasileira também)…

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: