Preguiça matinal

No dia anterior, Felícia dormira cedo.  Deve ter ficado cansada de esperar o Papa chegar no Rio de Janeiro.  A cobertura fora longa, exaustiva.  E, antes mesmo que o discurso da Dilma terminasse, ela apagara, com a roupa que estava usando, sem nem mesmo trocar o pijama.  Quando eu cheguei em casa, ela estava estirada na minha cama.  Troquei a fralda, pus-lhe o pijama, e ela não deu um sinal de que acordaria.  Um pouco mais adentro da noite, dei-lhe uma mamadeira de leite e ela só foi acordar mesmo de manhã, às 5:35h.  O meu despertador só tocaria dali a 40 minutos, mas ela não quis esperar.

– Papai!…  Papai!…

– Oi, filha.

– Bom dia, papai!

– Bom dia!  Dá um abraço no papai.

– Uuuuupaaaaa…

– Que delícia!

– Có…

– Tá bom.  Vem no colinho do papai.

– U, dos, tês i jááááá!…

Peguei-a no colo.

– Cóqui-cóqui.

– Tá bom, papai vai preparar sua mamadeira.

Preparei a mamadeira.  Quando ela é sacudida, para misturar o leite em pó na água, faz um barulho que onomatopeicamente pode ser descrito como um “choque-choque”, daí a Felícia chamar a mamadeira de cóqui-cóqui.

Enquanto ela bebia o leite, no meu colo, eu a levei ao meu quarto e a joguei na minha cama.  Ela mamou tudo e se refastelou entre os travesseiros, numa preguiça matinal típica daqueles domingos chuvosos de inverno, quando ninguém quer sequer pensar em sair da cama.  Era dia de semana, no entanto, e em poucos minutos ela teria que estar pronta para ir para a escola.  Por isso, a Fiona, que já estava de saída para o trabalho, falou:

– Vamos acordar, madame?  Já está na hora de sair da cama?

– Mamãe…

– Vamos!  Levanta!  Vamos trocar de roupa!

Espreguiçando-se, ela continuou no mesmo ritmo preguiçoso de antes:

– Mamãe, foda…

Silêncio.  Eu olhei para a Fiona, ela olhou para mim.

– Que filha?  Filó tá la fora?

– Não…  Foda!

– Isso, Filó já levantou e tá lá fora, foi fazer xixi.  Tá na hora de você levantar também!

Anúncios

3 Comments

Add yours →

  1. Quem conta um conto aumenta um ponto.

    Eu jamais disse o contrário.

  2. Kkkkkkkkkkkkkk, ah, agora eu queria ler a versão da Fiona.

    É que, no Felicês, “foda” significa “fralda”.

  3. Mas pelo horário em que a história aconteceu é bem capaz de o que ela disse ter significado aquilo a que estamos acostumados mesmo…

    Não era não. Era para trocar a fralda mesmo. Mas que o contexto era perfeito…

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: