E se…

Passei a noite sonhando com índices de rentabilidade, avaliação de desempenho…  Acho que ando muito preocupado com o trabalho.  É muito raro eu sonhar.  Aliás, é muito raro eu lembrar que sonhei.  Acho que sonho bastante, mas não lembro que sonhei.  Hoje de manhã, porém, eu acordei lembrando de algumas coisas.  Possivelmente por ter dormido mal e pouco.  E, lá pelas tantas, sonhei que esses índices doidos que medem um monte de coisas técnicas por aí serviam também para medir coisas tão intangíveis quanto inusitadas.  Imagine que a Solomon pudesse medir o grau de eficiência do desempenho operacional de um relacionamento afetivo, ou que a Standard & Poor’s classificasse também as pessoas segundo critérios de potencial retorno em investimentos dessa mesma natureza.  Que bacana seria…

Mais ou menos bacana, porque, na verdade, todo mundo faz isso o tempo todo.  Desde que o relacionamento afetivo pontual deixou de ser vergonhoso e desde que o casamento passou a ser uma opção que se faz todos os dias, e não mais apenas uma vez na vida, todo mundo passa a vida medindo e avaliando o desempenho operacional da sua relação e o grau de retorno no investimento em alguém.

Mesmo quando sequer existe o relacionamento ainda, as pessoas se ranqueam, se classificam mutuamente.  Quando um homem diz que tal mulher é para casar, ele não diz nada além de atribuir-lhe um duplo ou triplo A ou, em outras palavras, ele quer dizer que ela tem grau de investimento (ou teria, se a Standard & Poor’s atuasse nesse segmento de mercado).  Se duas amigas comentam que Fulano é legal, mas é só para se divertir uma única noite e ponto final, elas querem dizer que ele é, no máximo, um BB-, tão bom, atrativo e seguro quanto se investir em Angola, no Suriname, em Bangladesh ou na Tunísia.  Afinal de contas, só mesmo pessoas muito ousadas aplicariam suas poupanças em locais assim por muito tempo.

Anúncios

4 Comments

Add yours →

  1. paralelo interessante…

    Eu sei.

  2. Você precisa de férias. Agora.

    Não tenho férias para tirar.

  3. Tô quase te contratando como Analista de Relacionamentos. Mas sairia muito caro.

    Você nem perguntou quanto eu cobraria…

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: