O Cachambi responde – as regras do bolão

Um comentário despretensioso.  Uma resposta despretensiosa.  E lá veio mais uma pergunta para eu responder.  Que bom!  Ficar sem perguntas é um tédio sem tamanho.  Sem contar que esta sessão foi criada justamente para que os leitores me fornecessem temas para eu escrever.  Se os temas não vêm, o que eu posso fazer?

Que regras “mais maneiras do mundo” são essas?  Posso participar do bolão também?

Caro leitor-indagador ou leitora-indagadora, tudo começou durante uma avaliação do bolão da Fórmula 1 que eu, David (sumido…) e Eduardo promovemos este ano – que eu ganhei com folga…  Eu sugeri criar uma regra para melhorar a competitividade, o que foi amplamente aceito e já está incorporado para a temporada 2014.  Nessa discussão, eu acrescentei umas ideias meio doidas que eu sempre quis implementar em bolões futebolísticos, especialmente os de Copa do Mundo, mas que ninguém nunca topou – e vocês já vão ver o porquê dessas recusas tão insistentes às minhas mirabolantes ideias.  Sempre achei meio chato esse negócio de bolão porque as pessoas apostam no óbvio para ganhar, mas quem vence é a secretária do setor, a menina da limpeza, que aposta as paradas mais bizarras do mundo e acaba se dando bem.  Se é, então, para ser divertido, que seja aleatório em condições de igualdade.  Essas regras, portanto, visam equilibrar a competição entre os mais “cultos” participantes e os mais “ignorantes” – nivelando por baixo, claro!  Três regrinhas, apenas, mas que prometem dar emoção ao bolão do início ao fim – e após o fim também, igualzinho o Campeonato Brasileiro deste ano.  A princípio, é um bolão como outro qualquer: quem acerta resultado do jogo na mosca marca muitos pontos e quem acerta apenas o resultado (vitória de um ou outro ou empate) ganha menos pontos.  Mas não é só isso.  Para começar, após feitas as apostas, nós vamos sortear uma das trinta e duas seleções participantes.  O objetivo é que os jogos que envolvam essa seleção valham o triplo dos demais jogos.  Depois, mais uma pitada de aleatoriedade: jogos que tiverem pênaltis assinalados e não convertidos em gols valerão dez vezes mais pontos que os demais jogos.  Imaginou?  Então chora com mais esta – a última, chamada “Virada de Mesa”: as apostas do participante contemplam também uma aposta no campeão da competição.  Se esse time for campeão, ou seja, se o participante acertar este palpite específico, os pontos que ele tiver ganho nos jogos desse time durante toda a competição quintuplicarão automaticamente (isso mesmo, com efeito retroativo).  E aí: quer participar?

* Você tem uma dúvida, quer fazer uma pergunta? Mande-a clicando aqui, que O Cachambi responde. A pergunta a ser respondida semana que vem pode ser a sua.

Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. Eu vou participar, mas quero esclarecer que eu fiz o dobro de pontos do David, e mais um ponto no bolão. Então eu também peço música.

    Que mané pedir música o que?! Você foi vice!

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: