Odeio gatos

Gosto de cães, odeio gatos.  Cães são sinceros e desprendidos, autênticos e amáveis.  Gatos são interesseiros e egoístas, dissimulados e egocêntricos.

Tenho um cão.  Se chego em casa num dia chuvoso e frio, ele não quer saber.  Vai lá na porta me receber.  Faz a maior festa.  Chega a ganir de alegria – e me sujar de tanta empolgação, simplesmente porque eu estou de volta à minha casa.

Não tenho gato.  Se eu chegasse em casa num dia chuvoso e frio, o gato não iria querer saber.  Ficaria lá no cantinho dele, lambendo a pata, aguardando eu entrar em casa para esgueirar o olhar na minha direção com aquela cara de “até que enfim!“.  Para me dizer isso, eu prefiro ter uma esposa.  Zero alegria, zero empolgação.  Na cabeça do gato, eu não fiz mais do que a minha obrigação – retornar à casa dele, para mantê-la em condições de lhe proporcionar uma boa vida.

Tenho um cão.  Quando alguém chega na porta da minha casa, ele está alerta e vai ver quem é.  Se é alguém conhecido, ele se alegra e vai, na maior alegria, me avisar que alguém está na porta me esperando.  E ele fica alegre porque sabe que eu vou ficar alegre ao ver aquela pessoa.  Se não é alguém conhecido, ele defende a casa.  Senão latindo – porque a Filomena não faz isso – ao menos com a sua simples presença.

Não tenho gato.  Se alguém chegasse na porta da casa dele, ele talvez nem percebesse.  Afinal de contas, para que se esforçar se ele não consegue segurar uma chave nem abrir uma fechadura?  Se for desconhecido, então, para que correr o risco?  Não valeria a pena…  Depois que a pessoa entrasse, talvez ele aparecesse para conferir quem é.  Talvez.

Sem contar que aquele barulho que eles fazem quando estão no cio – que não é miar – é irritante!

Meu sonho era amarrar um gato num balão, daqueles que sobe com a bucha pingando (nas costas dele, claro!), e deixá-lo subir até muito alto.  E, possivelmente, num diam em que as indicações meteorológicas sugerissem que o balão cairia no mar.  Seria o final perfeito, a ironia do destino.  O gato caindo de pé, como seu instinto lhe permite, no mar.

Mais que odiar gatos – que eu nem odeio tanto assim – eu adoro chocar as pessoas que adoram gatos.

Anúncios

18 Comments

Add yours →

  1. Vai ser crucificado …
    Vou compartilhar só pra gerar polêmica com “alguéns” que adoram gatos. Kkkkk

    Sorte dos gatos que é proibido soltar balões…

  2. Eu mesmo, que sou indiferente a gatos, fiquei espantado com a sua ideia!

    Vai dizer que ela não é muito maneira?

  3. Eu odeio gente que odeia gatos.

    Não tenho nada contra gente que gosta de gatos, exceto pelo fato de que eles acham que todos deveriam ser obrigados a gostar de gatos.

  4. Uma pessoa que comenta assim é um completo babaca, idiota e sujo.

    Diga uma coisa que você goste muito e que eu não goste. Sei lá, jiló, cebola, abacaxi… Eu tenho o direito de te ofender por termos gostos diferentes?

  5. Cães são insuperáveis em demonstração de carinho.

    Concordo.

  6. O nível da maioria dos comentários aqui beiram o nível de um hospício. Pessoas que simplesmente não sabem discutir e partem pra baixaria irracional, xingando, ofendendo quem sequer conhece. Pessoas ditadoras que querem te obrigar a gostar de algo que elas gostam. Pessoas que vivem a alucinação que o mundo giram em torno da opinião delas. Infelizmente a internet nos trouxe o dissabor de perceber que “malucos” assim existem.

    Concordo.

  7. Olha cada um tem sua opinião tipo amo gatos e não sou muito fã de cachorros nem por isso irei criticar sua opinião.

    Poucas vezes eu fui tão bem tratado em meu próprio site. Obrigado e volte sempre.

  8. Vocês vêem por aí gente comparando elefantes com girafas? Poisé…
    Cães viviam como os lobos que conhecemos hoje e com a proximidade e notando os benefícios que o homem podia trazer em troca de sua fidelidade eles passaram a conviver. Um dava a caça e o lar, o outro dava a proteção. E a pessoa ainda diz que gatos são interesseiros. Rs…

    Não entendi.

    • Pelo menos os cães foram muito mais úteis, eles ajudavam a caçar e proteger s tribos. Gato não faz porra nenhuma.
      Entre ter uma samambaia e um gato, prefiro mil vezes a samambaia, pelo menos ajuda a purificar o ar.
      Gato e um bicho tão escroto e nojento que depois de ser acariciado pelo dono ele se lambe para tirar o cheiro humano do corpo dele.

      Entendo o seu ponto de vista, mas vamos maneirar no palavreado, por favor.
      Este é um blog de família.

  9. Gatos são super carinhosos, são amigos também, se preocupam com o dono. Meu gato deita no meu colo e fica lá, hooooooooooooras, meu outro gato é a fofura em pessoa, minhas gatas me seguem aonde quer que eu vá e ficam sentadinhas me olhando, a troco de nada. Gatos são legais também, cara, você deveria experimentar ter um para ver (vira-lata; os de raça, em geral, são um nojo mesmo).

    Gostaria, sinceramente, de aceitar o desafio. No momento, no entanto, não posso.
    Mas, quando aceitar, tomarei a liberdade de poder trucidar o gato caso não me apegue a ele.

    • Minha esposa tem uma gata e será o dia mais feliz da minha vida o dia que ela sumir. Não servem pra absolutamente nada que seja necessário,não interagem,são egoístas,sua fezes dão ânsia de vomito, rasgam o sofá, estragam o banco do meu carro,simplismente tudo de ruim,acho que são selvagens. Sem dúvidas o cão sempre terá portas abertas para mim.

      Você pensa como eu. Mas, sendo o gato da minha esposa, talvez eu fosse um pouco mais condescendente que você. Questão de inteligência interrelacional, não de afeto adquirido.

  10. Se diz que gatos são interesseiros é porque não se olha no espelho, animais não tem a superficialidade de um ser humano em ter interesses materiais como diz no texto, que se chegar em casa o gato vai te olhar para querer algo de você sendo que você é que não sabe interpretar o olhar de um felino.
    Não gostar de gatos é o mesmo que não gostar de leões, tigres, onças, leopardos, são todos felinos e todos tem seu habitat natural. Se o gato foi domesticado, a única superficialidade é a de um ser humano.
    Não gosto de crianças nem por isso quero que elas explodam no meio do mar, e fazendo textos toscos como esse.
    Vai tentar se defender agora mandando um textinho de anta de que não tem amor a um ser vivo irracional. Bom passar!

    Nicole,
    Pessoas são pessoas. Animais (não humanos) são coisas. Pessoas devem ser tratadas como pessoas (inclusive você); animais, como coisas. Posso fazer o que eu quiser com um gato desde que eu o compre – inclusive lançá-lo na estratosfera amarrado a um balão. Já com outros felinos não domesticados, temo que não possa fazer o mesmo, por causa das leis de proteção a animais silvestres, etc e tal. São coisas que só seres vivos racionais conseguem entender.

    • Não são coisas. Coisas são mesas, cadeiras, pratos etc. São animais, são seres vivos que habitam a mesma terra, sangram e respiram como você, que por sinal, como membro da raça humana também faz parte do reino animal. O fato de comprar um gato ou qualquer ser vivo não lhe dá o direito de fazer o que quiser com ele, pois como disse, eles não são objetos e até possuem direitos que os defendam.
      Passar bem

      Se não são pessoas, são coisas. Coisas animadas, mas ainda assim coisas.

  11. Não odeio cachorros, apenas tenho medo e nojo deles. São burros, sujos, violentos, atacam gratuitamente a tudo e a todos. Melhor amigo do homem uma ova, está mais para maior inimigo do homem. Exceto com os donos, com esses costumam ser mais simpáticos – mais um sinal de como são egoístas e interesseiros. Meu consolo é que, ao contrário dos gatos que são animais selvagens, independentes e exímios caçadores, os cachorros simplesmente morrem se não tiverem um doninho para colocar comidinha na sua boca. Cada vez que vejo um cachorro sem doninho penso “esse não vai durar muito”. É reconfortante.

    Pensa o mesmo de um mendigo?

  12. Ninguém tem obrigação de gostar de gato/cachorro/girafa/peixe/coelho etc vamos parar de agir como paciente de hospício! Cada um gosta do que gosta e odeia o que odeia. Se odiamos algo é porque a natureza nos possibilitou de ter esse sentimento, não queira ser Deus para impor o que devemos odiar ou deixar de odiar. O fato de odiarmos algo não quer dizer que vamos sair por aí matando aquilo que odiamos. Viva o direito de odiar!. Eu odeio gato e também odeio em triplo quem me odeia por isso

    Um surto de civilidade, ainda bem.

  13. Odeio gatos também. Nem adianta vir falar que cachorro mata pássaro também, mata quando pode, isso se for um cachorro entediado. Já gatos, tem até estudos como populações de pássaros diminuem com a presença de gatos, afinal eles sobem nas árvores, muros e matam sem necessidade. Brincam com o bicho morrendo. Cachorros estão a séculos acompanhando a humanidade e sendo selecionados para ela de modo que interaja cada vez mais com as pessoas (inclusive sofrendo, infelizmente). Eles conseguem ler nossa expressão facial! Quanto a trabalho, qualquer animal dá, se quiser um animal que não dê trabalho pegue um bicho de pelúcia.
    Gatos transmitem muito mais doenças a seres humanos. Por mais que você ache que o gato te entende, ele entende sim, mas está tirando proveito de você, só que como isso é cômodo para os dois, está selado um acordo.
    Cachorro te considera membro do bando. Você consegue se comunicar com ele, ler o que ele sente pela linguagem corporal, responder ele e você pode se tornar o líder do bando, normal, é o instinto de coletividade do cachorro. Agora gato? Por observação e estudo até dá para entender a linguagem corporal. A humanidade usou ele somente como ferramenta de controle de pragas com baixo custo de manutenção. Um inquilino. É um estranho na sua casa que se submete aos seus caprichos por puro interesse e comodidade. Se não for castrado, espera só até chegar o momento que ele resolver cruzar, adeus dono, só volta com a barriga cheia de mais pragas ou todo machucado de brigas, e volta porque está com fome. Não culpo por ser instinto de sobrevivência mas não aceito ser enganada desse jeito.
    Como já comentaram aqui, condeno essas donas, donos que tem quinhentos gatos. Não castram, não dão assistência médica correta, os bichos vivem num estado deprimente que é preferível estarem mortos do que passarem uma vida breve sofrendo muito. Dá-lhe controle de zoonoses.
    Aí vem uns idiotas e começam a tratar esses bichos como seres humanos. Gastam uma nota com coisas que o bicho não liga e ficam indignados quando o bicho não corresponde agindo de “forma humana”. Querem os bichos para preencher necessidades psicológicas e contornar defeitos de personalidade. Esses são os mais ignorantes, dizem entender tudo sobre seu bicho e nunca leram sequer um livro sobre. Melhor, vão dar dinheiro pra pet shops e clínicas.
    Quando dizem por aqui que o ser humano é pior, não tenho dúvida.

    Ok

  14. Tenho pena de vc. Com certeza de ser uma pessoa frustrada e mal amada.
    Pra ser sincera, também não gosto muito de gatos, prefiro cães, mas mesmo assim nunca iria machucar um animalzinho indefeso e inocente, para mim isso é o cúmulo da covardia, uma pessoa dessa deveria ser presa ou pior. Vc tem todo o direito de não gostar de um animal, mas nenhum direito de maltrata-lo. E existem sim leis que protegem os animais de maus tratos, inclusive os gatos, então tome cuidado, tente descontar suas frustrações em algo que não prejudique ninguém. Pare de comparar cães com gatos, são animais totalmente diferentes, ambos adoráveis e não são coisas. Evolua e seja feliz.

    Nunca machuquei nenhum animal indefeso. Até porque, se tem dente, garras, bico ou qualquer outra arma semelhante, e está consciente e de frente para mim, não é indefeso.

    • Com ctz, um gatinho pode te matar se vier pra cima de vc com as suas garras e presas enormes.
      Acredito que só atacariam alguém se fossem provocados ou se sentissem ameaçados. Faz favor, procure ajuda e pare de disseminar ódio contra animais inocentes.

      Você está muito passional. Eu acho que tenho o direito de pensar – embora concorde com você quando você diz que não tenho o direito de agir.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: