Eu já fui acusado injustamente de encoxar uma mulher

Quando surge o barraco no ônibus, não tem quem fique indiferente.  A barraqueira faz o seu estardalhaço, o acusado responde, forma-se o barraco, e até quem deveria ficar de fora resolve dar o seu recado – geralmente sob a forma de zoação, com gentilezas e sutilezas faladas em tom suficientemente alto para que todos ao redor possam ouvir.

Já aconteceu comigo ser vítima – injusta – desse tipo de situação.  Aliás, certa vez contei o “causo” aqui.  Na época, faz tanto tempo, e não sei por que cargas d’água, preferi resguardar-me atrás de um certo anonimato, atribuindo a “um amigo” o infortúnio vivido na ocasião.  Na verdade, naquele “conto da linha“, o desafortunado era eu mesmo.

Ser acusado de encoxamento sem ter feito nada para isso.  Não voluntariamente, claro.  Não era a minha intenção causar qualquer tipo de conforto ou desconforto aos demais passageiros com o uso de um celular no interior do bolso da calça jeans.  O que eu ganharia com isso?  Mas há mulheres que não se contentam em não serem notadas, carregam uma dose exagerada de maldade na mente, e as situações surgem daí.

Basta um Movistar Amigo da Motorola para que uma mulher já se sinta querida por outro passageiro.  Eu podia ter sido linchado naquela ocasião…

Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. Eu ficaria muito fulo da vida…

    Eu também. Agora imagine a situação com todo esse empoderamento das mulheres?

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: