Carta ao Papai Noel

Rio de Janeiro, 08 de dezembro de 2014.

Querido Papai Noel,

Este ano eu me comportei muito bem.  Obedeci a minha mulher, fui um pai tão bom que tive outro filho, cumpri todas as minhas metas no trabalho e ainda toquei, do início ao fim, a obra do meu apartamento.  Mereço um presente, né?  Um só não.  Alguns, se o senhor não se incomodar.

Em primeiro lugar, queria que o senhor colocasse na cabeça do porteiro aqui do prédio que ele é só o porteiro do prédio.  Isso não custa nada, não machuca nem prejudica ninguém.  Acho que um remedinho chamado xarope de porteirol (95mg de porteirolato de potássio + 5mg de humildalato de sódio + 15mg de simancol) já seria suficiente.  Se puder ser supositório, ao invés de cápsulas, melhor ainda.

Em segundo lugar, eu gostaria de ganhar um par de havaianas daquelas com tira de couro, estilo papaizão, entende?  Sempre quis ter um par de chinelos ultraconfortável, mas morar em casa era incompatível com esse tipo de calçado.  Porque em casa o piso é abrasivo, tem muita superfície molhada…  Em apartamento não: o chão é sempre lisinho (a pata da Filó agora é mais lisa que o bumbum do Fergus), e quando chove eu não tenho que ir lá fora para checar se está tudo ok.  Dá para ter um desses agora, né?  Se o senhor puder e não for lhe encher muito o saco (se é que você me entende…)…

Em terceiro lugar, eu gostaria que as coisas aqui em casa parassem de quebrar uma atrás da outra.  Eu conserto uma e outra dá defeito.  Eu conserto e outra dá defeito.  Não aguento mais.  Eu preciso de um tempo de paz.  Foi tudo tão bem feito…  E as coisas quebram sem o menor sentido, sem a menor explicação, estilo Poltergeist.  Toda hora aparece um defeito novo, inédito, surpreendente, de onde menos se espera e onde mais incomoda…  Deve ser praga do porteiro, só pode.

Acho que é só, por este ano.  Mas se tiver aquela bicicleta clássica sobrando de bobeira aí na fábrica, eu também aceito de bom grado.

Até o Natal!
Leandro.

Anúncios

3 Comments

Add yours →

  1. Eu tenho um par de Havaianas desses de papaizão! Mermão, você não vai querer outra coisa!

  2. Se rolar uma confraternização até posso me fazer de papai Noel nessa solicitação…

  3. Ele nunca te esqueceu!

    Eu sei disso.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: