A melhor amiga do homem

Um dos pontos negativos de morar em apartamento é ausência de um quintal inteiramente disponível para a Filomena.  Sendo assim, eu me investi na função de levá-la para passear todos os dias, algumas vezes por dia, para fazer suas necessidades e arejar a mente.

Filomena já sai de casa sem guia.  Sabe o caminho, não se distrai facilmente e responde muito bem a eventuais puxões de orelha.  Por causa dessa confiança, ela às vezes anda um pouco na minha frente, um pouco atrás, nem sempre anda colada na minha perna esquerda.  Principalmente se ela está apertada: vai na frente, passo acelerado.

Duas vezes, porém, eu saí com ela carregando o Fergus no colo.  Ontem foi a segunda vez; a primeira já tem umas duas semanas, mais ou menos.  Nas duas vezes, Filomena seguiu o protocolo de adestramento à risca – um protocolo que eu nunca fiz questão que ela seguisse.  Andou colada à minha perna esquerda, na escolta.

Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. A melhor amiga mas muito bem adestrada também.

    Nem tanto. Essa ela fez por amizade mesmo.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: