Décima oitava etapa: de El Burgo Ranero a Mansilla de las Mulas

Perfil altimétrico da décima oitava e da décima nona etapas
Perfil altimétrico da décima oitava e da décima nona etapas

Último dia do ano.  Feliz ano novo a todos!

Seguimos aqui com a nossa saga jacobeia.  O perfil altimétrico já se antecipa e mostra também a continuação da décima nona etapa.  Percorrer mais de trinta e cinco quilômetros de uma só vez não é mole.  Parar no meio do caminho, em Mansilla de las Mulas, é quase obrigatório (a não ser que você esteja de carro ou bicicleta).

O vídeo de hoje é bonito, bem editado, com uma musiquinha de fundo que chega a ser angustiante, de tão zen.

Três coisas merecem atenção no vídeo de hoje: a primeira delas é que este trecho do caminho é quase infinito, com horizontes longínquos, poucas alterações de relevo e uma descida tão cômoda quanto constante; a segunda é que praticamente não há refúgios de sombra, o que deve tornar o percurso a pé no verão ibérico um tanto sofrido; a terceira é a qualidade da pavimentação do caminho, com canaletas para escoamento de água e excelentes delimitação e sinalização.

Anúncios

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: