Não vale uma bala

Naquele dia o mercadinho da praça estava particularmente cheio.  As filas estavam grandes.  Mesmo assim eu entrei, peguei pão, queijo, iogurte e um vidro de azeite.  E dirigi-me a uma das enormes filas – o “caixa rápido”, que nunca é tão rápido assim, destinado a pessoas que querem comprar até dez itens.  Na minha frente, umas dez pessoas, todas com apenas um punhado de coisas na mão.  Fiquei na fila mais de vinte minutos, até que chegou a minha vez.  E eis que, nesse momento, surge uma menina com uma bala Hall’s na mão.

– Eu só quero comprar essa bala, você deixa eu passar na sua frente?

– Não.

Ela já estava fazendo o movimento de entregar a bala para a mulher da caixa registradora, e a mulher da caixa registradora já estava fazendo o movimento de pegar a bala; o meu “não”, porém, interrompeu tudo.  Aturdimento total na cabeça das duas.  A mulher da caixa fez a parte dela, pegou o meu saco de pães e deu início ao seu trabalho.  A menina, porém, não se deu por vencida.

– Mas é só uma bala, rapidinho!

Notei que, do lado de fora, mais uns três jovens da idade dela a aguardavam, possivelmente para passar algumas horas ali na praça jogando conversa fora, talvez namorando, nada além disso – afinal de contas, bala Hall’s serve justamente para essas horas.  Quem nunca?

– Minha filha, não.  Sabe por que?  Porque todo mundo aqui tem só um negocinho para passar.  Olha aí.  Tá vendo?  Eu, se fosse você, desistia da bala.

Ela, novamente, não se fez de rogada.  Dirigiu-se à mulher que estava atrás de mim na fila.  Não precisou nem abrir a boca, porque a mulher já foi meneando a cabeça negativamente.  E, quase que como uma orquestra perfeitamente ensaiada, todos os demais fizeram o mesmo.

Eu não sei que fim levou a história.  Vi apenas que ela foi tentar a sorte em outra fila.

Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. O que mais me irrita nessa história é uma fedelha mal educada achar que vai dar volta nos outros. Haja saco.

    Pressa para beijar na boca, vê se pode. E para mim, não sobra nada?

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: