O (t)error da savana

Poucas coisas mantêm o Fergus quieto.  Uma boa contação de história (acho “contação” um neologismo tanto asqueroso quanto prático), o cinto de segurança da cadeirinha do carro, a primeira fase do sono (aquela mais pesada) e…  Leon.

Neste exato momento ele está sentado aqui do meu lado, no sofá de casa, com olhos fixos exclusivamente nas desventuras do Leão atrapalhado e azarado que figura como personagem principal das rapidíssimas tramas desta série de televisão (rápidas mesmo, duram menos de cinco minutos cada história).

Eu havia descoberto o Leon quando tentava entreter a Felícia.  Ela não curtiu muito.  Recentemente, o Fergus descobriu o Leon.  E a sua paixão pela série é tal que ele aprendeu a ligar o Netflix no celular e no Ipad sozinho.  E, se a gente liga o Netflix na televisão, ele corre para apontar para o ícone do Leon, pedindo para vê-lo – com sérias consequências se não for atendido.

A série é divertida.  Não é hilária, mas é muito legal ver o Leão se dando mal na savana, sofrendo na mão do elefante, do gorila e de outros animais mais fortes, enquanto tenta se dar bem.  É uma espécie de Coiote moderno.  Recomendo.

Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. Nunca tinha ouvido falar. Netflix? Vou experimentar.

    É legal. Mesmo para adultos.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: