Blado

E aí ela me trouxe um desenho e começou a explicar:

– Papai, este aqui é você.  Aqui em volta eu desenhei os três tipos de tempo.  Aqui o sol, aqui a chuva e aqui o blado.

O sol era um sol bonito, amarelo, com raios; a chuva era uma nuvem azul, com várias gotas tão grandes quanto a nuvem abaixo dela; o blado eram três formas côncavas imperfeitas em tom de cinza.

– Blado?
– É!  Tem o sol, a chuva e o blado.  Quando o céu tá cheio de nuvens, ele está no blado.
– Não é blado. É NU-Blado.
– Não é não, papai. Você está errado. É blado. Quando o céu está cheio de nuvens, ele está no blado. Então é blado. Não é nublado.

Não houve meios de convencê-la do contrário.

Anúncios

2 Comments

Add yours →

  1. Dureza argumentar com essa menina, hein.

    Tá cada dia mais difícil.

  2. Delícias para serem lembradas no futuro!

    Por isso escrevo.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: