A bola pune – episódio 10

A ideia desta série foi concebida quando eu vi o vídeo que ilustra este post.  Por isso – e pelo seu grau infinitamente elevado de sensacionalismo e improbabilidade – eu resolvi procurar outros casos em que a perda de uma oportunidade de gol foi fundamental para a derrota de um time.

O jogo em questão ocorreu em 12 de maio de 2013 e foi válido pelos play-offs da Championship, a segunda divisão inglesa.  Estava em jogo uma vaga na final dos play-offs contra o vencedor de Brighton & Hove Albion e Crystal Palace (que jogariam no dia seguinte).

Explicação: no futebol inglês, o acesso à divisão superior – em qualquer uma das divisões do futebol profissional – é feito da seguinte maneira: o campeão e o vice têm vaga garantida.  Os times que terminarem a temporada entre 3º e 6º lugar se enfrentam em um sistema de mata-mata, em dois jogos (um na casa de cada time, sendo o primeiro na casa do time pior colocado e o outro na casa do time melhor colocado durante a temporada regular): o 3º pega o 6º e o 4º enfrenta o 5º.  O vencedor de ambos os confrontos disputam em Wembley, em jogo único, a última vaga de acesso à divisão superior.

O Watford terminara a temporada em 3º, com 77 pontos, dois pontos a menos que o vice-campeão, Hull City; o Leicester terminara a temporada em 6º, com os mesmos 68 pontos que o 7º colocado (Bolton Wanderes) mas um saldo de gols bastante superior.  O Leicester já tinha, nesse time, jogadores que seriam campeões da Premier League na temporada 2015-2016, como Kasper Schmeichel, Wes Morgan, Daniel Drinkwater.  James Vardy (artilheiro do time campeão em 2015-2016) e Harry Kane (artilheiro da Premier League na temporada 2015-2016, jogando pelo Tottenham Hotspurs) eram reservas desse time.

No jogo de ida, em Leicester, o Leicester vencera o Watford por 1×0, abrindo importante vantagem na briga pela vaga de Wembley.  No jogo de volta, em Watford, o time da casa partiu para cima e abriu o placar aos 15′ 1T.  No entanto, o Leicester reagiu e empatou o jogo quatro minutos depois.  Agora, por causa do gol marcado fora de casa, o Watford precisaria vencer o jogo por dois gols de diferença para carimbar o passaporte para Wembley.

O segundo gol do Watford veio apenas no segundo tempo, aos 19′.  Faltando apenas um gol para garantir a vaga, o Watford partiu para cima do Leicester.  Aos 50′ 2T, numa bobeira do Watford, o Leicester encaixou um ataque que resultou num pênalti duvidoso a seu favor.  O então melhor jogador do time, o francês Anthony Knockaert, colocou a bola na cal e tomou distância.  Se fizesse, praticamente garantiria o Leicester em Wembley, porque o Watford precisaria fazer dois gols nos segundos restantes.  Mas não fez.

Não fez o gol, perdeu a oportunidade e, conforme se diz, a bola pune.

Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. Esse jogo é uma das histórias mais sensacionais que eu já vi no futebol em todos os tempos. A reação da torcida, do narrador, dos jogadores, é tudo tão intenso que nem um roteiro de filme faria melhor. É por causa de coisas assim que eu gosto de futebol.

    É realmente muito sinistro.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: