Detalhes acústicos

As pessoas parecem ter perdido o hábito de se falar ao telefone à moda antiga. Discar, ligar, conversar, perguntar e responder no ato. Essa praga de gravar mensagens no WhatsApp acabou com esse encanto. Minha vizinha é adepta dessa nova modalidade de comunicação.

Ela também é adepta do cigarro. Costuma fumar na janela da área de serviço – e ocasionalmente jogar as cinzas do seu cigarro no meu aparelho de ar condicionado. E fica ali falando no telefone. É o momento dela, eu acho, uma espécie de meditação e relaxamento.

Estaria tudo bem, se não fosse por esses acasos inexplicáveis da vida. Por questões físicas, de disciplina acústica, que eu não sei explicar, sentado no vaso sanitário do banheiro do meu quarto eu consigo ouvir tudo o que ela fala – e que as pessoas respondem para ela nas gravações do WhatsApp – com absoluta perfeição, alto e claro, puro e cristalino, por mais baixo que ela fale (o que quase nunca ocorre).

Em nenhum outro lugar isso acontece, só ali. O som deve entrar pela ventilação forçada do prédio e convergir para ali, acredito. Mas vai ser perfeito assim lá longe.

E eu, que em determinados momentos não tenho como sair daquela posição, já ouvi de tudo: das brigas com os namorados às lembranças picantes de quando ela concebeu o filho com o ex-marido; de demissão de empregada a brigas com o chefe; de consolo a amigos com parentes falecidos a acertos de festas com parentes. Acho que eu sei de quase toda a vida dela.

Anúncios

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: