O que eu não vi nem fiz no Porto, mas um dia vou voltar para ver e fazer

Bem, dois dias não são suficientes para degustar tudo o que o Porto tem a oferecer, embora sejam mais que suficientes para ver o que de mais interessante há por lá, turisticamente falando.  Por isso, a exemplo de tantos outros lugares onde eu já estive e espero um dia voltar, encerro a série de posts sobre a cidade com uma listinha de coisas que me interessam conhecer (acompanhada de um vídeo, porque hoje é quinta-feira, que exibe o que de mais bonito o Porto tem) para eu não ter muito trabalho de pesquisar quando a oportunidade do retorno surgir.

  • Sé do Porto: não vi porque não quis, mas já entrei nela, quinze anos atrás.  Não considero uma atração imperdível, à exceção do altar de prata, escondido por uma parede branca das tropas de Napolão que invadiram o Porto no início do século XIX para não ser pilhado.  Vale mais por essa bela história do que pela sua beleza.
  • Região da Boa Vista: a região, por si só, proporciona ao turista uma série de coisas interessantes para ver e fazer, tanto de dia quanto de noite.  O próprio centro do bairro, uma enorme rotunda (cujo nome correto é Praça de Mouzinho de Albuquerque), já é uma atração turística, centralizada no Monumento aos Heróis da Guerra Peninsular.  Ao redor dela, está a Casa da Música, dois Shopping Centers, o Mercado do Bonsucesso, o edifício do Hospital Militar, o Cemitério de Agramonte e o Consulado Geral do Brasil.
  • Foz do Douro: a cidade se volta para o Rio, e o Rio se volta para o mar.  Por que não ver esse encontro?  Mais legal ainda se for de bonde!  Um passeio turístico que sai da Igreja Monumento de São Francisco termina no Jardim do Passeio Alegre, ao lado da Foz do Douro, onde o Rio encontra o mar.  Assistir um pôr do sol ali deve ser fascinante.  Jantar no Pedro Lemos (o único restaurante com estrela do Guia Michelin na cidade), então…  A propósito, vejam este vídeo sobre o Pedro Lemos.
  • Museu da Misericórdia do Porto: a temática do acervo pode não ser tão interessante, afinal de contas ele pretende ser o repositório da história da Santa Casa de Misericórdia do Porto; no entanto, o fato de ter sido eleito o melhor museu do país em 2016 o habilitam à minha visita.
  • Rua das Flores: eu até passeei por ela, quando saí da Estação São Bento e iniciei a minha descida até o hotel que fiquei hospedado, na Ribeira. Eu não tinha noção da incrível quantidade de pastelarias e outros comércios gastronômicos  muito interessantes há por ali. Acho que vale uma tarde inteira de gordices.
  • Museu do Carro Eléctrico: não é um museu futurista, ao contrário do que o nome possa denotar; é um museu dos bondes (lá chamados de trams ou eléctricos), cuja visita pode ser combinada com o passeio turístico de bonde até a Foz do Douro (há, inclusive, bilhetes combinados para essas duas atrações).
  • Fundação de Serralves: parece ser um espaço interessante, tanto paisagística quanto museologicamenfe falando, já que a sede da propriedade, outrora propriedade do 2º Conde de Vizela, agora abriga a sede de um Museu de Arte Contemporânea. Um tema que não me interessa tanto quanto à Fiona, mas que, justamente por interessá-la, faz o passeio valer a pena.
  • Assistir um jogo do Porto no Estádio do Dragão: dispensa comentários, principalmente se for um jogo importante.
  • Fazer uma refeição no “The Yeatman”, em Vila Nova de Gaia. Se está curioso para saber do que se trata, procure se informar. Mais do que isso não digo.
Anúncios

One Comment

Add yours →

  1. E a Capela de Santa Catarina (Capela das Almas), não entra nessa lista?

    Não. Já passei por ela e acho que não tem nada de interessante para ver ali dentro.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: