Sobre o blog

A língua portuguesa possui por volta de 400 mil verbetes, sendo, por isso, uma das línguas mais ricas do mundo.  Mesmo assim, em muitas situações faltam-me palavras – ou um conjunto delas – para exprimir o que sinto e penso.

O blog “O Cachambi é aqui!” é um exemplo disto.  Num primeiro momento, mesmo quem não sabe em que lugar no mundo fica o Cachambi – eu mesma não soube por muito tempo – pode pensar que se trata de um blog de alguma comunidade.  Primeiro erro.  Poderia ser no Cachambi , em Moema ou Madre Deus.  Não importa o lugar.  A visão do autor sobre o mundo e as pessoas é o que importa.

Segundo a definição do autor, “O Cachambi é aqui!” é um blog de variedades.

Não, não é.

A palavra “variedades” minimiza e banaliza este blog.  Está mais para uma análise despretensiosa, porém crítica e bem humorada, dos primeiros anos do século XXI, sob diversos aspectos.  Por isto, seu valor.

Você encontrará desde as mudanças e novidades mais recentes e seu impacto na vida cotidiana – do autor e das pessoas em geral – até fatos atemporais.  Quando ele fala da família, das relações no trabalho e cidade, transporte público e da cultura (ou falta dela), é pouco provável que você não se identifique ou reflita a respeito.

Obterá “dicas para arrumar quarto” e roteiros prontos de viagem, passando por (poucos) momentos de meiguice com a Fiona, Felícia e Filomena.  Ele é ogro e nega, mas tem um coração – grande.

Começado como um hobby, o blog tornou-se, aos poucos, mais que isso.  O escrever esporádico passou a ser quase que um ritual, com uma rotina pré-estabelecida.  O respeito pelos leitores pode ser percebido sob vários aspectos: no cumprimento desta rotina e na resposta a todos os comentários – mesmo quando são escritas críticas não muito educadas a assuntos polêmicos.  É, ele ouve você, leitor.  E considera opiniões alheias – apesar de ter pontos de vistas bem sedimentados.  Por isso, escreva, opine. E não fique magoado se ele for – ou lhe parecer- pouco simpático ao responder.  É o jeito dele, é o espaço dele.

Como começar?

Sugiro que leia o post de hoje, no topo da página – mesmo que seja de um assunto que, a princípio, não te atraia.  Num segundo momento, vá para “post aleatórios”.  Caso você goste, clique no link para assinar o blog.

Aos poucos, você saberá mais sobre o blog e seu autor.  Passará a perceber coisas sob um novo ponto de vista.  E terá sua própria opinião sobre o blog, se é de variedades ou não.  E, talvez, possa me ajudar a encontrar a(s) palavra(s) certa(s) para defini-lo.

Assina essa orelha Érica Luciana, que se auto-intitula RP do blog e acompanha Leandro há mais ou menos 4 anos.  Sem nunca tê-lo conhecido pessoalmente.

4 Comments

Add yours →

  1. Achei legal a assinatura da Érica em sua orelha. Qualquer um pode assinar na orelha?

    Se for na minha, não! Não gosto de tatuagens.
    Se for na sua, o único problema é você enxergá-la.

  2. Tenho um arquivo no gmail onde guardo os vídeos recebidos de Leandro e curiosamente o link do blog estava aceso e se destacando. Como não estou trabalhando, passei para deixar um abraço.

    Salve, Alegria! Quanto tempo!
    Fico muito grato pela visita. Volte sempre!

  3. Esse blog e do bairro Cachambi zona norte fo rio?

    Mais ou menos.

Você quer comentar? Clique aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: